Carregando...
Texto alternativo

07 de abril de 2018

Coisa gostosa é viajar na cadência de uma boa prosa. Paulo Freire é desses contadores que combina as palavras de um jeito tão especial que fica difícil escapar da linha que conduz do início ao fim do causo. Na companhia da viola, ele nos conta aqui quatro histórias que passeiam pela casa do Seu Badia, passando pela seca de 44, pelo quintal da Tia Ziloca e encontram com a sacizada que muita gente jura de pés juntos que povoa os bambuzais por aí. Pra completar, temos o tempero especial de algumas palavras e expressões típicas do interior e litoral paulista, coletadas em nosso Minidicionário Popular. Passa lá para encontrar todas elas e muitas outras deliciosas expressões.

Posts relacionados

O que é seu é seu, mas o que é céu é nosso

Quem me ensinou foi o mestre…

O Circuito visto de cima