Blog

ARTE NA RUA PARA TODAS AS PESSOAS

118 cidades

12 A 28 DE AGOSTO DE 2022

12 - 28 AGO 22

Caipirasuchus Paulistanus

Fundada em 1881, Monte Alto é uma cidade com muita história… uma história que começa a mais ou menos 180 milhões de anos atrás.

Imagine a surpresa de um dia sair para procurar um bezerro fugido, encontrar uma cratera e um osso sob uma pedra lá embaixo. Isso que parece história de filme, foi o que aconteceu com o amigo do professor Antônio Celso de Arruda Campos. O que eles não imaginavam é que o tal achado tratava-se de um osso de dinossauro!

A notícia do achado correu o Brasil e quanto mais se tirava, mais ossos eram encontrados. O Senhor Antônio gostou de pesquisar e descobrir as novidades pré-históricas e aos finais de semana ia a campo escavar – “naquela época levei todos os fósseis para casa. Cada vez que chegava um paleontólogo, fazia perguntas e fui aprendendo”.

Mais de 50 fósseis de diferentes espécies foram achados no mesmo local, muitos inéditos, como o Baurusuchus salgadoensis, o Sphagesaurus montealtensis, o Montealtosuchus arrudacamposi e o sugestivo Caipirasuchus paulistanus; e muitos outros ainda estão sendo pesquisados. “Nós temos 16 trabalhos em revistas internacionais. Eu já tenho nome em crocodilo, molusco, barata… de vez em quando aparece algum bicho com o meu nome”, diz o Professor Antônio.

O Museu de Paleontologia de Monte Alto foi inaugurado em 22 de julho 1992 e em 27 de junho de 2011 foi nomeado com o nome de seu fundador, passando a se chamar Museu de Paleontologia “Professor Antônio Celso de Arruda Campos”. Além desse museu a cidade conta com o Museu de Arqueologia, apresentando as cerâmicas indígenas encontradas na região, e o Museu Histórico.

No dia 26 de abril, Monte Alto, também conhecida como Cidade Sonho, recebeu mais uma vez na sua história o Circuito Sesc de Artes, levando muita música, dança, literatura, teatro, circo e artemídia para a cidade situada a 750 metros acima do nível do mar. O Circuito Sesc de Artes aconteceu no bairro Jardim Bela Vista, na Praça dos 500 Anos (…) Olha! Não disse que era muita história…

__

Texto: Anderson Alves de Carvalho | Foto: Acervo/divulgação