Blog

ARTE NA RUA PARA TODAS AS PESSOAS

118 cidades

12 A 28 DE AGOSTO DE 2022

12 - 28 AGO 22

A cidade do aeroporto também tem churrasco grego!

Guarulhos é considerada uma das cidades mais populosas do Brasil e detém o 2º maior PIB do estado. Fundada em 8 de dezembro de 1560 por uma padre jesuíta era habitado pelos índios Guarus, da tribo dos Guaianases. Conhecida na época como o lugar das lavras velhas, das minas de ouro, Guarulhos produziu um pouco de tudo: aguardente, arroz, café, feijão, milho, tabaco, carvão, vinho, além da criação de gado e apicultura.

A cidade começou a se desenvolver economicamente nos anos 50, com a inauguração das rodovias Presidente Dutra e Fernão Dias. Acabou aproximando pessoas e mercadorias da cidade no momento histórico de aceleração industrial. Em 1985 foi inaugurado o Aeroporto Governador André Franco Montoro – Aeroporto Internacional de Guarulhos. Hoje é o principal e o mais movimentado aeroporto do Brasil.

Com essa aceleração industrial, a cidade (como a maior parte delas), teve um crescimento desordenado. Lojas e mais lojas começaram a aparecer juntamente com os camelôs e barraquinhas instaladas na rua. Foi em uma dessas barraquinhas que um rapaz vende o famoso e popular churrasco grego! Afinal, todo centro comercial do país, além de lojas, calçadão e a correria do dia a dia, possui o tão especial churrasquinho de rua.

Em Guarulhos não é diferente e está presente e devidamente representado por Eliezer Porfirio Amorim de 43 anos, residente da cidade há mais de quatro anos e churrasqueiro há 23 anos: “Fui muito bem acolhido aqui na cidade, tenho uma clientela fixa e itinerante”.

Apesar do pré-conceito por ser uma carne de segunda, a Capa de Filé é servida na rua. Tudo é feito com muita higiene e com um tempero que contém o segredo de Eliezer para atrair os clientes: “O meu tempero é único é uma opção barata, gostosa e rápida para aqueles que estão sempre correndo nos centros comerciais”. Além de comer o churrasco, o suco é por conta da casa!

Eliezer não é apenas churrasqueiro, mas também empreendedor. Possui dois estabelecimentos com o churrasco grego, tem dois funcionários em cada barraca para ajudar na demanda que é alta – vende cerca de 700 churrascos por dia – trabalha de segunda a sábado das 9h às 19h, sempre atendendo com muita simpatia para cativar os clientes: “Meu Marketing é o bom atendimento, com ele os clientes sempre voltam.”

Deu água na boca não é?! Duvido que você não vai querer um agora!

Churrasco grego, toda cidade tem o seu!

__

Texto: Fabíola Tavares | Foto: Luiz Oliani