Um sentido para novas cores

A artista plástica Fátima de Jesus Faria saiu de São Paulo depois de ter vivido algumas situações de estresse e correu em busca de um lugar mais tranquilo para viver. Mongaguá, que significa em tupi “Águas Pegajosas” foi o lugar escolhido para o seu refúgio, deixando para trás o passado e assim escrevendo uma nova história de vida.

A artista imprime claramente os seus sentimentos nas obras que produz, numa mistura de cores que perpassam pelos tons amarelos e vermelhos, expressando firme resiliência ao curso do passado.
_
Texto, captação e produção de vídeo: Angelita Borges

Posts Relacionados

Comentários